Radjkoemar Randjietsingh, membro da Nova Frente, disse que a oposição vai conceder quorum no processo de reunião pública.

No entanto, Randjietsingh ressaltou que vai insistir que a presidente da Assembléia Nacional Jennifer Geerlings-Simons, comece o mais rápido possível com o debate sobre o orçamento.

Publicidade

Randjietsingh assumiu que os membros da Assembléia Nacional de vários grupos já escreveram duas cartas a Presidente do Parlamento para começar o debate sobre o orçamento. O primeiro item da pauta é lidar com a situação política global. Randjietsingh insiste em que o debate sobre o orçamento comece de modo que SRD de 80 milhões estejam disponibilizados para a organização das eleições. “É muito importante que as pessoas se pronunciem no dia 25 de maio sobre a política por parte do governo”, disse Randjietsingh.

Para a realização de eleições legítimas, o orçamento deve ser aprovado pelo ministério de Relações Interiores, permitindo que as despesas para a organização das eleições possam ser feitas legalmente. Segundo Randjietsingh, o debate sobre o orçamento irá começar na segunda semana de fevereiro.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar