spot_img
spot_img

Operação do Exército detona túneis de extração ilegal de ouro na fronteira com a Guiana Francesa

Durante uma operação que atua nas áreas de fronteira do Brasil, o Exército identificou um garimpo ilegal no município de Oiapoque.

Atualizado há

Comando Militar do Norte, por meio da 22ª Brigada de Infantaria de Selva e suas Organizações Militares Subordinadas, realizou a Operação Grão Pará entre os dias 14 e 25 de novembro, na região de fronteira entre Brasil e Guiana Francesa, área sensível de exploração de garimpo ilegal e contrabando.

Um dos principais objetivos da Operação Grão Pará foi interromper o fluxo de atividades ilegais. Para isso, foram mobilizados mais de 750 militares, 59 viaturas, 13 embarcações e 02 aeronaves. Além disso, algumas atividades foram realizadas em parceria com as Forças Armadas da Guiana Francesa, que também possui interesses comuns no combate aos ilícitos transfronteiriços nesta região.

Em uma das incursões, a tropa do Exército encontrou um garimpo ilegal na região de Oiapoque. Ninguém foi encontrado trabalhando, porém o local apresentava características de estar ativo pela aparência das escavações e equipamentos apreendidos, entre eles motosserras, baterias, rádio, armamento e munições.

- Publicidade -

Os militares utilizaram explosivos para detonar túneis de extração ilegal de ouro. O Comando Militar do Norte também contou com cooperação do IBAMA e ICMBio no combate a exploração do meio ambiente; do Ministério Público do Trabalho para combater o trabalho escravo; e ainda das Polícias Federal, Rodoviária e Militar para a fiscalização e monitoramento via terrestre, principalmente, pela BR 156, Rodovia que liga as cidades de Oiapoque (AP) até Laranjal do Jari (AP).

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: