spot_img
spot_img

Obama defende indicação de novo premiê e cobra união no Iraque

Atualizado há

- Publicidade -

Preterido pelo membro da coalizão xiita Haider al Abadi, o atual premiê Nouri al Maliki tem relutado em abandonar o posto que ocupa há dois mandatos.

O presidente americano Barack Obama discursou brevemente nesta segunda-feira sobre o agravamento da crise política no Iraque. A situação se complicou após o presidente iraquiano Fouad Massoum ter indicado o político da coalizão xiita Haider al Abadi ao cargo de primeiro-ministro, o que inviabiliza a tentativa do atual premiê, Nouri al Maliki, de buscar um terceiro mandato. Diante dos avanços das forças terroristas do Estado Islâmico (EI), anteriormente conhecidas como Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), Obama apoiou a indicação do novo premiê e pediu para que os políticos iraquianos deixem as diferenças de lado e trabalhem em prol da formação de um governo de união.

Durante o seu pronunciamento, Obama ressaltou que os ataques aéreos dos Estados Unidos têm o objetivo de conter o avanço dos jihadistas e ajudar a resgatar os refugiados iraquianos, especialmente a minoria étnico-religiosa yazidi, que os terroristas tomam por “adoradores do demônio”. Obama disse novamente que o apoio militar americano não será determinante para que o Iraque vença a guerra contra os radicais. “Assim com eu disse quando autorizei os ataques aéreos, eu reitero que não há uma solução militar americana para o Iraque. A única solução está na formação de um governo inclusivo”, afirmou.

- Publicidade -

Ao respaldar Abadi, Obama destacou que “o Iraque tomou uma decisão promissora e importante para formar um novo governo”. O presidente disse que o seu vice, Joe Biden, foi orientado a telefonar para Abadi nesta segunda-feira, a fim de parabenizá-lo pela indicação ao cargo. Biden instou o novo premiê a agir rapidamente na escolha dos políticos que integrarão seu gabinete. “Eu dei o meu apoio a ele”, disse Obama. Sem citar o nome de Maliki, o mandatário americano encerrou o discurso cobrando das demais forças políticas iraquianas uma postura unificada e pacífica, voltada exclusivamente para a estabilização do novo governo.

A aliança de partidos xiitas de Maliki saiu vitoriosa nas eleições parlamentares realizadas em abril deste ano. O bloco Estado de Direito conseguiu 92 assentos de um total de 328 na Câmara dos Deputados, mas, como não obteve a maioria, Maliki precisava de alianças para formar um governo. O avanço do EI pelo território iraquiano foi um dos fatores determinantes para minar as suas chances de conseguir um terceiro mandato.

Ataque – Momentos antes de Obama discursar, bombardeiros americanos realizaram o quarto ataque desta segunda-feira contra os terroristas do EI. Segundo o jornal The Guardian, os aviões bombardearam e destruíram um posto de controle próximo ao monte Sinjar. A rede CNN informou que um helicóptero americano trocou tiros com os extremistas após levar suprimentos aos yazidis refugiados na montanha.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Veja

 

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: