Contracenando pela primeira vez no cinema e voltando a se encontrar atrás das câmeras depois de 10 anos, o casal de atores Vladimir Brichta e Adriana Esteves levou a parceria da vida real para as telas no filme “Real Beleza”, que estreia nesta quinta (6).

“Além da intimidade, trabalhar com a Adriana ajuda porque conseguimos saber os nossos tempos de falar e de escutar, o que ajudou a contar essa história recheada de silêncios significativos”, explica Brichta. “E, claro, a melhor parte é poder dar um beijo que não é técnico”, brinca.

Publicidade

Na trama, Brichta faz um agenciador de modelos que vai a uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul e se interessa pela jovem Maria (Vitoria Strada). Mas para tentar levá-la para São Paulo, ele precisa convencer seu pai (Francisco Cuoco), o que já seria difícil se ele ainda não estivesse apaixonado por Anita (Adriana Esteves), a mãe de Maria.

“O mais legal é que não somos exatamente um par romântico”, diz Adriana. “Meu par é o Cuoco e então não tem essa coisa de casalzinho, de uma dupla que se fecha. Isso mostrou que não é porque a gente é casado que somos uma coisa de um terminar a frase do outro. A equipe percebeu isso e por isso o filme ficou bacana”, acrescenta.

Vladimir explica que, apesar de não “se fecharem” em um casal, a vida que levam juntos fora das cenas ajudou a dar mais força ao roteiro. “Como nossos personagens não se conheciam, optamos por não contarmos quase nada sobre eles um para o outro”, diz. “Então as inseguranças da aproximação vistas no filme se tornam mais reais”.

Deixe seu comentário abaixo.
Fonte: UOL

Comentar

Comentar