spot_img
spot_img

Nos EUA, sexo em “50 Tons de Cinza” atrai mais os homens do que as mulheres

Atualizado há

As cenas quentes de sexo entre a virgem de 21 anos Anastasia Steele e o empresário sadomasoquista Christian Grey na adaptação para os cinemas do best-seller “50 Tons de Cinza” tem interessado mais aos homens do que as mulheres. O desafio dos produtores do longa, segundo uma reportagem publicada no site “The Wrap”, é enfatizar que se trata de uma história de amor, ao invés de um filme sobre fetiches sexuais.

Além disso, de acordo com uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, o conhecimento do público sobre a história do filme é maior se comparado com outros best-sellers também adaptados para o cinema, como “Crepúsculo” e “Jogos Vorazes”.
De acordo com os pesquisadores, o nível de conhecimento do filme entre as pessoas está mais próximo dos índices apurados nas continuações de “Crepúsculo” e “Jogos Vorazes”, quando boa parte do público já tinha tido contato com o primeiro filme.
Deixe seu comentário abaixo.
Fonte: UOL

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: