spot_img
spot_img

Mulher foge de casa noturna e denuncia exploração sexual no Suriname; cinco estão presos

Essas vítimas foram atraídas para Suriname sob falsas pretensões e foram alojadas em quartos ligados ao clube noturno

Atualizado há

PARAMARIBO – Policiais do departamento de Tráfico de Pessoas (TIP), do departamento de Inteligência da Unidade de Combate ao Crime Organizado (BZC) e da Região Oeste, em uma operação conjunta, prenderam cinco suspeitos, identificados como P.B, R.L, M.P, L.G e S.L, por crimes de tráfico e exploração de pessoas.

A ação teve início quando uma mulher estrangeira procurou a polícia em Paramaribo no dia 11 de outubro de 2023, relatando ter fugido de um clube noturno. Com base nessa denúncia, o departamento TIP foi acionado para conduzir uma investigação sobre o caso. Durante as investigações policiais, foi constatado que essa mulher, juntamente com outras 11 cubanas e 2 venezuelanas, estava sendo mantida em um clube noturno no distrito de Nickerie para fins de exploração sexual.

Essas vítimas foram atraídas para Suriname sob falsas pretensões e foram alojadas em quartos ligados ao clube noturno. Elas eram obrigadas a pagar mensalmente pela hospedagem e a atender clientes do sexo masculino em troca de pagamento. Os valores recebidos eram posteriormente repassados ao proprietário do clube.

- Publicidade -

Com o auxílio de agentes de inteligência da estrutura BZC, que se dedicam a atividades de inteligência, o endereço em Nickerie, que não era conhecido pela vítima, foi identificado, possibilitando a realização de uma operação policial. No local, outras 13 mulheres foram resgatadas de situações semelhantes e encaminhadas a um abrigo para proteção.

Descobriu-se que as despesas de viagem delas para Suriname haviam sido pagas pelo proprietário do clube noturno. Na operação, três suspeitos foram detidos, e os quarto e quinto suspeitos foram posteriormente capturados pela polícia da Região Oeste. Entre os suspeitos, há um cidadão surinamês, sua parceira originária da Venezuela e três mulheres cubanas.

Após consulta ao Ministério Público, os cinco suspeitos foram detidos pela polícia sob acusações de tráfico de pessoas e exploração. Não está descartada a possibilidade de que mais suspeitos sejam presos neste caso.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App