A estadunidense Amanda Marie Warfel foi condenada a três meses de prisão após fazer sessões de sexo barulhentas e agitadas em sua residência na Pensilvânia (Estados Unidos).

Segundo as informações do NY Daily News, a vizinha de Warfel, Tanya Saylor, ficou incomodada com os barulhos das relações e decidiu chamar a polícia. Com um histórico de conflitos com a moça, Saylor contou que há dois anos convive com músicas altas, sexos ruidosos e ameaças.

Publicidade

Às autoridades, a denunciante afirmou que em muitas noites precisou colocar fones de ouvidos em suas filhas para evitar que elas escutassem os sons da vizinha.

Fonte: Dol

Comentar

Comentar