O ministro Ferdinand Welzijn, do Comércio, Indústria e Turismo, é de opinião que o comportamento dos motoristas na estrada determina o tráfego seguro.

O ministro disse nesta segunda-feira (18) que pretende introduzir uma lei na qual os motoristas particulares e de empresas sejam obrigados a participar de um curso de “condução defensiva”.

Publicidade

De acordo com Welzijn, o curso aplica-se aos motoristas particulares, motoristas de táxi, motoristas de ônibus e caminhões no Suriname e qualquer pessoa que pretenda adquirir uma carteira de habilitação será obrigada a ter um certificado além da carteira de motorista. “Com isso, espera-se treinar um grande grupo de usuários da estrada, que aprenderão técnicas de direção defensiva e consequentemente trarão mudanças quanto ao comportamento durante a condução. Isso é algo diferente de uma aula de condução regular”, afirmou o ministro Ferdinand Welzijn.

A condução defensiva visa corrigir o comportamento de condução insegura e tem como objetivo garantir que os motoristas sejam mais conscientes, dirigindo de modo mais seguro nas estradas. O curso pode ainda levar a uma melhor mentalidade dos participantes contribuindo de forma positiva para um maior conhecimento das regras e sinais de trânsito. Segundo o ministro, os cursos melhoram o estilo de condução, visão de tráfego e habilidades práticas de condução.

A intenção de fazer um certificado de condução defensiva também está em conformidade com a política do Ministério da Justiça e da Polícia (Juspol) e ligado a este projeto, o ministro participou na sexta-feira passada da campanha pela Segurança e o Tráfego Seguro no distrito de Coronie.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar