Segundo o Ministro Robert Péneux estes professores não se comportaram de acordo com a ética exigida pelo Ministério da Educação.

Trata-se de indivíduos com comportamento inaceitável para o desempenho da função, como envolvimento com pornografia, violência contra alunos e falta de atenção durante o horário de trabalho.

Publicidade

Entre o grupo de professores demitidos estão também professores envolvidos com acusações de abuso contra crianças e assedio sexual. O ministro cita ainda o caso em que um professor agrediu um aluno em sala de aula deixando o aluno com um corte na cabeça.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar