spot_img
spot_img

Ministério do Comércio, Indústria e Turismo diz que preço dos combustíveis não é determinado pelo governo

Atualizado há

Através de um comunicado de imprensa, o governo tenta explicar que não é o responsável pelo aumento no preço dos combustíveis.

O comunicado de imprensa foi emitido na quinta-feira, 27 de abril, informando que o governo apenas desempenha o papel de supervisionar e fiscalizar a prática dos preços estabelecidos.

No comunicado dirigido aos sindicatos, sociedade civil em geral e empresários, o governo explica que os importadores de petróleo enviam o seu projeto de lei para o Ministério e como acontece em todos os lugares no mundo, os importadores também calculam o preço de venda do petróleo na bomba. As taxas nas bombas por sua vez, são determinadas com base no preço e na quantidade de compra do produto.

- Publicidade -

Segundo o governo, a companhia de petróleo depende do preço de compra pago para a refinaria onde este é influenciado pelos preços do petróleo bruto e outros fatores como estações e condições climáticas nos países onde as refinarias estão localizadas, oferta e demanda.

De acordo com o governo, estes são todos os fatores onde o governo do Suriname não têm absolutamente nenhuma influência, afirma o Ministério do Comércio, Indústria e Turismo. O RAVAKSUR que representa os sindicatos dos trabalhadores e empresários, A União dos Professores e a Alianças dos Professores do Suriname deve se pronunciar dentro dos próximos dias sobre este comunicado emitido pelo governo, uma vez que a reversão do preço dos combustíveis é uma condição básica para que os manifestantes sentem na mesa para dialogar com o governo.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App