Andrew Leeflang foi o primeiro militar do Suriname graduado pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman).

“Leeflang cursou a academia militar brasileira com uma bolsa de estudo concedida em parceria do governo brasileiro com o governo surinamês e agora possui o título de bacharel em ciências militares”, informou o comando do Exército Nacional nesta quarta-feira, 27 de dezembro.

Publicidade

Leeflang completou seu bacharelado com especialidades em infantaria e também completou com sucesso o treinamento “intenso da selva e combate urbano”. Em 2013, Leeflang partiu para o Brasil para estudar. Um colega que começou com ele foi obrigado a abandonar prematuramente o curso devido a circunstâncias especiais. Depois de seu retorno do Brasil  há algumas semanas atrás, Leeflang fez uma visita ao Ministério da Defesa e ao comandante do Exército Nacional, onde vai colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

“Para mim, haverá um período em que terei que me adaptar e me acostumar com a organização do Suriname”, disse Leeflang, que irá fornecer treinamento especial aos militares surinameses e é o neto de Franklin Leeflang, conselheiro da Autoridade Militar após o golpe de 1980.

A Academia Militar das Agulhas Negras com sede no Rio de Janeiro é uma das escolas militares mais antigas do mundo e já graduou muitos militares de alta patente, incluindo onze presidentes do Brasil.

Foto: cidadeecultura

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar