spot_img
spot_img

‘Loirinha do tráfico’ é assassinada com 13 tiros ao tentar trocar de facção ciminosa

Em um vídeo gravado no ano passado, a Loirinha do Tráfico afirma que queria sair do PCC para fazer parte do Comando Vermelho

Atualizado há

SÃO PAULO – Conhecida como “Ariela, a Loirinha do Tráfico”, a jovem Karina Regiane de Assis Maurício foi assassinada com, pelo menos, 13 tiros no último sábado (10), no interior de Rondônia. A motivação do crime seria uma disputa entre as facções criminosas da região, uma vez que a vítima fazia parte de um grupo e pretendia passar para o outro lado.

- Publicidade -

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App