Homem de 24 anos indicou onde abandonou os corpos. Inicialmente, ele tinha afirmado ter atacado 15 menores.

Ravinder Kumar, detido pela polícia indiana, confessou “sem sinais de arrependimento” que o número de crianças que ele estuprou e matou desde 2008 em vários locais do norte do país é de 30, o dobro do admitido inicialmente.

Publicidade

“Ele confessou que abusou e matou 30 crianças”, disse Vikramjeet Singh, subcomissário da polícia de Nova Délhi que coordena a investigação.

De acordo com o oficial, Kumar, de 24 anos, indicou a localização aproximada de onde deixou os corpos. Por serem pontos muito distantes entre si, a confirmação ainda está sendo feita.

Kumar foi detido no último dia 16 suspeito de estar relacionado com o desaparecimento de uma menina. Há dois dias, ele, que é de origem muito pobre, segundo a polícia, havia confessado ter estuprado e matado 15 menores.

Durante o interrogatório, Kumar revelou que atraía meninos e meninas oferecendo doces ou dinheiro, os levava a lugares isolados e cometia os atos. Depois, enterrava os corpos ou os jogava em rios. Ele já tinha sido detido no ano passado por assaltar uma criança, mas foi liberado.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: G1

 

Comentar

Comentar