Publicidade

A espanhola Marta Calvo Buron, de 25 anos, foi assassinada e ainda teve o corpo cortado em pedaços e jogados no lixo. De acordo com o jornal DailyMail, o suspeito de cometer o crime é o traficante de drogas colombiano Jorge Ignácio Palma de 37 anos.

Segundo o jornal, eles haviam se conhecido em um site de namoro online e marcado um encontro na cidade espanhola de Valência. O acusado confessou o crime após se entregar aos detetives que estavam procurando por ele desde que a jovem havia sumido.

Publicidade

A imprensa espanhola informou que uma usina que coletava lixo doméstico na área onde o criminoso morava foi obrigada a suspender as operações ao meio-dia da última quarta-feira para facilitar a busca pelas partes do corpo da vítima.

Em contato com DailyMail, o porta-voz do governo de Valência, disse depois da prisão do suspeito: “Poderíamos estar olhando não apenas para um desaparecimento, mas também para uma agressão física que poderia ter resultado na morte violenta de Marta”.

A investigação do desaparecimento de Marta levou os detetives até Jorge Ignácio porque ela enviou um WhatsApp para a mãe com a localização exata do local.

Fonte: Dol

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar