Um homem fingiu ter sido sequestrado para enganar sua esposa e também sua amante e poder assim encontrar com uma terceira mulher.

O pai de dois filhos, Warren Green, de 33 anos de idade, deixou sua esposa, Pauline Nugent, e os filhos em casa, em Londres, Inglaterra, para ver a amante escocesa Chelsea Linn.

Publicidade

O homem, então, pediu a um cúmplice que ligasse para a amante e dissesse que ele havia sido sequestrado por dois homens brancos.

Ele teria sido colocado dentro de um carro, levado para o centro de Edimburgo, capital da Escócia, onde foi enviado para dentro de um apartamento, sendo acorrentando e espancado.

Desesperada, Chelsea chamou a polícia para investigar, e no dia seguinte recebeu outro telefonema, que informou sobre a libertação do amado do cativeiro.

Quando ele finalmente chegou à casa da amante, encontrou policiais no local, e ao ser questionado pelas autoridades, contou sobre o suposto sequestro.

No entanto, após investigações, Warren contou o que realmente havia acontecido, admitindo que tudo foi uma manobra para ver uma terceira mulher, cujo nome não foi revelado.

Dois cúmplices foram encontrados posteriormente e descobriu-se que eles estavam em situação irregular no país, acabando sendo deportados.

Warren foi sentenciado a realizar 120 horas de trabalho não remunerado.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Gadoo

Comentar

Comentar