Um júri popular realizado na última quarta-feira (4), Diego Ribeiro dos Santos, de 30 anos, foi condenado a 15 anos e 8 meses pela morte de um bebê de seis meses. De acordo com a investigação, a criança morreu após sofrer traumatismo craniano, que teriam sido causados por uma queda e chutes do acusado.

Publicidade

Testemunhas chegaram a relatar que o homem condenado tinha interesse em se relacionar com a mãe da criança.

O crime aconteceu no dia 10 de novembro de 2015, no Fórum de Maringá, no norte do Paraná. O homem teria invadido a casa da mãe das gêmeas e retirado o bebê do colo de uma amiga. Na sequência, Ana Alhandra Rodrigues, de apenas 6 meses, foi arremessada ao chão e atingida por chutes na cabeça. Diego ainda teria tentado pegar a irmã da garotinha, porém, a criança estava com cinto de segurança no carrinho e ele não conseguiu.

Após cometer o crime Diego fugiu do local, entretanto populares encontraram o acusado e tentaram agredir o suspeito. Logo na sequência Diego foi preso e desde então aguardava o julgamento preso.

A pena foi decretada em 15 anos e 8 meses. Entretanto, como laudos médicos apontaram que o condenado possui desvio de conduta e transtorno psicológico, o réu continuará detido no Complexo Médico-Penal, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Em 2022 uma nova avaliação deverá ser realizada com Diego, caso os problemas psicológicos não sejam detectados ele deve seguir para uma cadeia pública.

Fonte: Dol

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar