spot_img
spot_img

Holanda vai celebrar o fim da escravidão no Suriname em 30 de junho

Atualizado há

De acordo com informações divulgadas nesta terça-feira no site oficial da cidade de Amsterdã, a celebração pelo fim da escravidão será realizada no dia 30 de junho no Oosterpark, em Amsterdã.

Informações oficiais divulgadas no site informam que a comemoração será dividida em dois dias.

No dia 30 de junho será a comemoração nacional da abolição da escravidão no Oosterpark em Amesterdã e no memorial Surinameplein haverá atividades diurnas para crianças e o O “Keti Koti Festival” que é a celebração anual da abolição da escravatura também será comemorado no dia 1 de Julho no Oosterpark, informava o site nesta terça-feira, 7 de junho.

- Publicidade -

A comemoração nacional acontecerá no dia 30 de Junho no Oosterpark em Amesterdã no Monumento Nacional da Escravidão começando às sete horas da noite. Durante a comemoração, haverá uma cerimônia com bandeiras e hinos nacionais dos países da Holanda e da República do Suriname. Como parte da cerimônia, será organizado um desfile de moda para todos os participantes. Um membro do Conselho de Prefeitos e Vereadores depositará uma coroa de flores em nome da Câmara Municipal no Monumento Nacional da Escravidão em Amsterdã.

No dia 1º de julho, a partir das duas horas da tarde acontecerá a celebração do “Keti Koti Festival”, a Festa Nacional em comemoração pelo fim da escravidão no Oosterpark com entrada totalmente livre, informava a prefeitura de Amsterdã através do site da cidade.

No dia 1º de julho no Suriname, como acontece todos os anos desde 1863 quando a Holanda aboliu a escravidão no Suriname e nas Antilhas Holandesas será comemorado o “Keti Koti Festival”. O festival conhecido no Suriname como o dia da liberdade ou “manspasi”(emansipação).
“Kwakoe”, a estátua em Paramaribo localizada na na esquina da rua Zwartenhovenbrugstraat com a Dr. Sophie Redmondstraat, foi inaugurada pelo primeiro ministro Johan Adolph Pengel em 1 de julho de 1963 como um símbolo da abolição da escravidão no Suriname. Desde então esta data passou a ser comemorada como um feriado nacional no país.
Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App