spot_img
spot_img

Haiti vai tomar medidas para garantir a segurança da missão diplomática do Suriname em Port-au-Prince

Atualizado há

A ministra Niermala Badrising, dos Negócios Estrangeiros, durante uma conversa com seu colega haitiano, Pierrot Delienne, expressou sérias preocupações sobre a segurança do Consulado do Suriname em Port-au-Prince. 

BadriSing afirmou que a segurança do pessoal da embaixada no Haiti não está garantida e que o escritório do consulado no Haiti foi forçado a fechar temporariamente as portas.

O Suriname teve problemas com o súbito afluxo de haitianos que estão visitando o país como turistas quando a maioria deste grupo excedeu a estadia máxima permitida de três meses e não retornou para o Haiti. Com base neste fato o Suriname decidiu então retirar o cartão de turista para cidadãos haitianos e re-estabelecer a obrigação de visto.

- Publicidade -

De acordo com a ministra Badrising, a decisão do Ministério das Relações Exteriores do Suriname está levando em consideração o que é geralmente aplicável dentro da Caricom e agora os haitianos estão sujeitos à obrigação de visto, exceto os titulares de passaportes diplomáticos e de serviço.

A conversa entre Badri Singh e Delienne aconteceu na quinta-feira, 22 de setembro, durante  71ª Assembleia Geral das Nações Unidas na Missão Permanente do Haiti. “Ambos os países reconhecem a contribuição positiva da comunidade haitiana no Suriname e as boas e amistosas relações entre seus governos e povos, tanto dentro da Caricom como internacionalmente”, disse o Ministério das Relações Exteriores em um comunicado de imprensa.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App