spot_img
spot_img

Governo do Suriname quer emprestar US$ 1 bilhão para superar a crise

Atualizado há

O Presidente Desi Bouterse pediu na quarta-feira ajuda de US$ 478 milhões ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que serão disponibilizados se as partes chegarem a um acordo.

Presidente Desi Bouterse e MinistrosEsse montante é para equilibrar as importações que estão prejudicadas pela alta do dólar dentro de um prazo de quatro meses.

Em outros bancos internacionais serão emprestados um total de 400 a 500 milhões de dólares norte-americanos que serão disponibilizados durante um período de dois anos para ajudar a economia do Suriname a voltar aos trilhos.

- Publicidade -

O chefe de Estado disse este mês que a reserva monetária deve continuar a diminuir porque o Estado deve pagar uma grande quantidade de ouro da reserva nacional que estava penhorado. Durante uma conferência de imprensa, o presidente Desi Bouterse disse aos presentes que o governo está lutando em várias frentes para encontrar maneiras de sair da crise econômica e durante o encontro com os repórteres o presidente falou sobre as várias medidas já tomadas e que ainda serão tomadas para tornar a situação mais suportável para a sociedade.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App