spot_img
spot_img

Governo do Suriname anunciou novo aumento na tarifa de energia elétrica

Atualizado há

O sindicatos que representam as diferentes categorias de trabalhadores do Suriname não concordam com o novo aumento e cobram do governo a redução na tarifa de energia elétrica. 

O Conselho de federações do Suriname (RAVAKSUR) e a Federação das Associações de Professores do Suriname (BVL) não concordam com o novo aumento da tarifa de energia elétrica.

Presidente Desi Bouterse13
Presidente Desi Bouterse

Em uma carta enviada ao presidente Desi Bouterse, os sindicatos pedem para o governo reverter o aumento. Na carta, os sindicalistas cobram do presidente o acordo que foi feito com os sindicatos onde o chefe de estado se comprometeu a não sobrecarregar as classes mais vulneráveis com mais aumentos de energia elétrica.

- Publicidade -

No documento ressalta-se ainda que com mais um aumento na taxa pública de energia, as empresas vão repassar este aumento nas suas tarifas para preços dos bens e serviços e isso afetará ainda mais o rendimento dos trabalhadores. Os sindicalistas enviaram a carta para o presidente antes do aumento, mas o governo anunciou oficialmente o aumento no dia 1 de maio, ignorando o pedido feito pelos sindicatos.

“Um aumento das tarifas de eletricidade é totalmente contra os acordos feitos com a RAVAKSUR no início deste ano” afirmaram os sindicalistas nesta segunda-feira, 2 de maio.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App