De acordo com fontes oficiais, em 2018 o estado terá sua própria empresa de mineração para extração de ouro no Suriname.

O presidente Desi Bouterse anunciou publicamente a novidade na segunda-feira (1) durante seu discurso de ano novo no rádio e na televisão.

Publicidade

“Staatsgoud Suriname’’ é como será chamada a empresa de mineração estatal do governo. A empresa administrada pelo governo permitirá que o estado entre no mercado de extração de ouro com ou sem a cooperação de multinacionais. O presidente disse que o governo está satisfeito com os resultados globais que a Iamgold e Newmont estão desenvolvendo e o volume de negócios e lucros líquidos destas empresas aumentaram nos últimos anos. Embora o governo esteja satisfeito com esse desenvolvimento, o presidente salientou que há uma diferença crescente entre a renda destas multinacionais e o que o Suriname como país poderia ganhar desenvolvendo sua própria atividade de mineração.

“Portanto, decidimos começar a negociar os acordos atuais com as empresas estrangeiras, a fim de realizar negócios mais favoráveis ​​para o Suriname”. O governo do Suriname está convencido de que, do ponto de vista comercial, há mais a ganhar na execução dos acordos e espera que as multinacionais tenham a responsabilidade social necessária para formar parceiros positivos, demonstrando assim a boa vontade necessária a este respeito.

Foto: NII

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar