spot_img
spot_img

Governo da prazo de três meses para que rota ilegal entre a Guiana e o Suriname seja regulamentada

Atualizado há

Se tudo correr conforme o planejado, dentro de três meses será construído um novo cais e um posto de controle na rota de retorno no rio Corentyne conhecida rota “Backtrack”.

O processo para regulamentação do posto de controle na fronteira entre a Guiana e o Suriname já foi definido pelas autoridades dos dois países vizinhos.

A ministra da Justiça e Polícia, Jennifer van Dijk-Silos, esteve na última sexta-feira em Nickerie e informou que desta vez a rota “Backtrack” será regulamentada.

- Publicidade -

Por conseguinte, participaram das negociações os ministros Jerry Miranda das Obras Públicas, Transportes e Comunicações (OWT&C) , Soeresh Algoe da Agricultura, Pecuária e Pesca (LVV), Ronni Benschop da Defesa, bem como o Comissário do Distrito de Nickerie, Wedperkash Joeloemsingh.

Policiais, soldados e representantes do Ministério da Agricultura, Pecuaria e Pesca (LVV) ficarão permanentemente no posto de controle da rota onde os passageiros provenientes da Guiana serão inspecionados e produtos como carnes, frutas e legumes também serão fiscalizados. A polícia e os militares devem garantir que os viajantes façam a travessia com um documento de identificação válido e que fugitivos e criminosos sejam impedidos de entrar no Suriname.

O Ministério da (OWT&C) tem a responsabilidade pela construção de uma plataforma de desembarque, postos de controle e todas as demais instalações.

O ministro Jerry Miranda (OWT&C), disse na última terça-feira (14) que tudo esta pronto para concluir o trabalho no prazo de três meses.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App