Bond Rosebel — Foto: Luiz Paulo

A Organização de Funcionários da Rosebel Goldmines (RGWO) ainda não entrou em acordo com a administração a empresa. De acordo com Johan Seymor, secretário, nenhum gestor da companhia recebeu os sindicalistas, que alegam que a retomada das atividades requer atenção especial com relação às medidas de saúde dos trabalhadores.

“O sindicato mantém sua posição de que vários aspectos ainda precisam ser corrigidos antes que as pessoas comecem a trabalhar”, disse o secretário. Seymor indica, ainda, que a gerência da empresa deseja iniciar a produção o mais rápido possível, porém, “o sindicato só quer que sejam realizadas as melhorias solicitadas para a segurança dos colaboradores”, reiterou.

Publicidade

Segundo o secretário do sindicato, a ideia é que as medidas sejam logo atendidas para que a retomada aconteça o mais breve possível. Tão logo isso aconteça, os trabalhadores estão comprometidos com a retomada da produção. “Isso causa irritação entre os funcionários. O sindicato também nota que a administração não escolhe entrar em diálogo direto”, disparou.