De acordo com informações das autoridades na Guiana Inglesa, um dos fugitivos da prisão em Georgetown trocou tiros com a polícia em uma cidade na fronteira com o Suriname.

A polícia e o exército aumentaram o nível de alerta de segurança em Nickerie depois de receber informações das autoridades na Guiana sobre a localização de um dos criminosos na cidade fronteiriça de Port Mourant.

Publicidade

A informação foi confirmada na quinta-feira (20) pelo comandante regional da polícia em Nickerie.  “Recebemos as informações de nossos colegas do outro lado e decidimos aumentar a segurança na fronteira “, disse o comandante regional do corpo de polícia em Nickerie, Widjaikoemar Oedit.

Stafrei Hopkinson Alexander (Foto) foi flagrado em Port Mourant, depois de ter escapado junto com outros cinco prisioneiros da penitenciária de Camp Street Prison em Georgetown no domingo, 9 de julho. Após fugirem da prisão, os criminosos forçaram um motorista de táxi a levá-los a um lugar isolado fora da cidade e desde a fuga, a polícia da Guiana deflagrou uma caçada conseguindo recapturar dois detentos, mas Stafrei Hopkinson Alexander, Uree Varswyke, Cornelius Thomas e Royden Williams, ainda não foram capturados.

Segundo informações ainda não confirmadas provenientes da cidade de Port Mourant, Alexander foi ferido durante uma troca de tiros com a polícia local. No entanto, até o momento não existem informações sobre a prisão de nenhum dos quatro fugitivos.

A polícia informa que os três fugitivos cumpriam pena por assassinato e estão armados existindo a possibilidade do trio tentar atravessar a fronteira para se esconder no Suriname, uma vez que, Varswyke já morou no Suriname e conhece bem o país.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar