spot_img
spot_img

Franquia “Burger King” vai reiniciar suas atividades ainda este ano no Suriname

Atualizado há

- Publicidade -

A rede americana de fast food “Burger King” pretende reiniciar suas atividades no Suriname ainda este ano.

Dilip SardjoeA franquia no Suriname foi adquirida pelo grupo Rudisa pertencente ao empresário Dilip Sardjoe. A franquia fast food americana no Suriname, fechou as portas em Novembro de 2014 e Sardjoe confirmou que está envolvido na aquisição, nesta segunda-feira, 20 de abril.

“Nós já compramos o prédio e agora estamos trabalhando sobre as negociações para a aquisição da franquia”, disse Sardjoe. Segundo informações levantadas, a aquisição vai custar cerca de 2,5 milhões de dólares.

- Publicidade -

Perguntado a Sardjoe se vai recuperar o seu investimento?  Ele respondeu: “Eu ainda nunca fiz um negocio que não se tenha se tornado sucesso.”

O Burger King terá uma nova fase e um novo começo, no mesmo lugar onde tudo começou, na Praça da Igreja. Depois de mais de seis anos, o ex-franqueado Anil Raghoebarsingh jogou a toalha.  

“Não é nada agradável. Nosso plano era ir em frente e fazer o negócio rentável. Nós já tentamos de tudo para manter a cabeça acima da água, mas não deu certo. Estamos endividados, e não da para continuar assim.” Esta foi a maneira como  Raghoebarsingh descreveu o momento. Raghoebarsingh também contou que não conseguiu salvar o restaurante fast food. As vendas foram caindo cada vez mais. Iniciamos com mais de sessenta funcionários, e encerramos com vinte e duas pessoas. A sede da Praça da Igreja foi fechada em maio de 2014, e a filial no Hermitage Mall, em novembro do mesmo ano.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: