spot_img
spot_img

Franceses denunciam a presença de balsas de mineração no rio Maroni

Atualizado há

Apesar da proibição imposta pelo governo do Suriname, balsas de mineração continuam atuando ilegalmente na extração de ouro na Guiana Francesa. 

As balsas foram flagradas por uma organização francesa em plena atividade na altura da aldeia de Maripasoula, na Guiana Francesa.

A denúncia foi feita a organização “Hurleurs Guyane” que luta contra a mineração ilegal em território da Guiana Francesa, informaram os jornais locais nesta terça-feira, 31 de maio.

- Publicidade -

As autoridades francesas tem tentado em vão obter uma resposta do Ministro Regilio Dodson, dos Recursos Naturais, sobre a presença das balsas de mineração que no ano passado foram apreendidas e proibidas de continuar em operação por medidas do governo surinamês.

De acordo com as autoridades francesas, parece que os “scalians” não são uma prioridade para o ministro Dodson, em contraste com as autoridades francesas que investem na proteção de seu território contra a extração ilegal de ouro. “Todos sabem que os proprietários destas balsas ao notarem a presença da polícia francesa fogem rapidamente para o lado surinamês do rio, sabendo que o Suriname ainda mantem uma política de tolerância quanto a estes invasores. A Hurleurs Guyane pretende promover um encontro entre autoridades da França e do Suriname para que seja feita uma abordagem sobre a atividade ilegal os pontões de ouro no rio Maroni.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App