Comitê de reforma do Wakterkant visita espaço

O projeto para tornar o Waterkant mais atraente aos turistas que visitam o Suriname deve custar em torno de US$ 5 milhões, afirmou Roseline Daan, que é representante da Diretoria de Cultura. O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) é quem vai financiar a iniciativa.

Nos próximos meses, o comitê que vai atuar na obra vai reunir com os envolvidos, incluindo os proprietários de barracas de comida e artesãos. Natasja Deul, gerente de projetos do Programa de Reabilitação Urbana de Paramaribo (PURP), relembra que a reforma estava programada desde 2017.

Publicidade

“As obras que estão sendo realizadas são para embelezar e restaurar edifícios monumentais no país. Este projeto não visa apenas o embelezamento de Waterkant, mas também a segurança e o problema dos desabrigados no centro da cidade”, completou Natasja Deul.

O contrato de revitalização e modernização do histórico Waterkant foi assinado no começo deste ano, conforme reportagem do LPM News, junto a ILACO N.V, ITB e a RHDHV. Além disso, o espaço é considerado um patrimônio cultural pela UNESCO.

 

 

 

 

Comentar

Comentar