spot_img
spot_img

Filme “Planeta dos Macacos: O Confronto” estreia nos cinemas brasileiros

Atualizado há

- Publicidade -

A produção dirigida por Matt Reeves e estrelada por Andy Serkis e Jason Clarke é a continuação de “Planeta dos Macacos: A Origem”

Nesta quinta-feira, 24 de julho, estreia nos cinemas brasileiros “Planeta dos Macacos: O Confronto“, filme que, há duas semanas, lidera as bilheterias nos Estados Unidos . Sequência de “Planeta dos Macacos: A Origem”, o longa dirigido por Matt Reeves (“Deixe-me Entrar” e “Cloverfield – Monstro”) é estrelado por Andy Serkis, Jason Clarke, Gary Oldman e Keri Russell.

• Veja outros macacos famosos do cinema

- Publicidade -

O primeiro filme terminava com os macacos se libertando dos captores humanos, ao mesmo tempo em que um vírus mortal criado pelos humanos se espalhava pelo mundo. César (Serkis), o líder dos macacos conduz os outros animais a uma floresta localizada perto de São Francisco chamada de Muir Woods. O novo longa fala siobre a continuação dessa história, o que aconteceu a partir daí.

Em “Planeta dos Macacos: O Confronto”, que se passa dez anos depois, os macacos já estão organizados em uma comunidade em Muir Woods, tendo César ainda como líder. Fora do “ambiente” desses animais, a epidemia Gripe Símia dizimou grande parte da população mundial. Enquanto que os macacos resistiram muito bem às circunstâncias, os humanos não tiveram a mesma sorte.

A vida segue tranquila para os macacos de Muir Woods até que surge um grupo de humanos para mexer com tudo. É aí que entra o arquiteto Malcolm (Jason Clarke), homem que perdeu a esposa para o vírus e tem a tarefa de criar sozinho o filho adolescente dentro de uma colônia de sobreviventes em São Francisco. Malcolm acaba cruzando o caminho de César e dos outros macacos, pois precisa entrar na floresta para chegar até uma represa e assim gerar eletricidade para a colônia de humanos.

O problema é que para alcançar seu objetivo, Malcolm vai precisar da ajuda de César e dos outros macacos. O chefe dos símios se vê então tendo que enfrentar novos desafios, além de manter sua liderança benevolente, ele tem que proteger sua parceira e seus filhos em frente a esse cenário de interação com o homem. César e Malcolm, cada um de seu lado, têm que tomar decisões que não são bem aceitas por todos ao seu redor. Aí começa o conflito: homens versus macacos, macacos versus macacos e homens versus homens.

Dentro da colônia de sobreviventes, destacam-se o líder Dreyfus (Gary Oldman) e a enfermeira Ellie (Keri Russell), atual companheira de Malcolm. Dreyfus é uma figura de autoridade entre os homens que não quer apenas salvar, mas reconstruir o que sobrou da humanidade depois da epidemia. Ellie, por sua vez, trabalhava no Centro de Controle de Doenças, entidade que falhou em conter o vírus. Ela é uma mulher forte que apoia Malcolm no que for preciso.

“Planeta dos Macacos: O Confronto” é um filme inteligente, intenso e bem realizado tecnicamente. O diretor Matt Reeves e os roteiristas Mark Bomback, Rick Jaffa e Amanda Silver conseguiram trazer questões políticas e sociais a um filme cuja premissa era ser uma ficção científica. Os cenários, tanto da moradia dos macacos quanto da colônia humana são muito bem feitos e bastante convincentes. Outro ponto alto é o trabalho de Andy Serkis, que apesar de ser “transformado” em macaco digitalmente, consegue transmitir uma série de emoções como luto e raiva.

Resta agora esperar pelo próximo filme da franquia, previsto a chegar aos cinemas em 2016.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: MSN

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: