Um estuprador foi deixado “angustiado e perturbado” depois que descobriu que o homem que ele tinha como alvo tinha HIV.

O encontro sexual tinha começado como consensual, mas Philip Donald Jason, 48, “cruzou uma linha”, que o levou a ser acusado de estupro.

Publicidade

A vítima pediu-lhe para parar, mas ele não parou imediatamente.

Depois de estuprar a vítima em junho, Jason fugiu com a bolsa, celular e óculos de sol.

Mais tarde, depois de ser preso, Jason, foi informado que sua vítima era HIV positivo.

Sua advogada Andrew O’Brien disse Tribunal Distrital de Brisbane na quarta-feira: “Após saber que a vítima era Soro Positivo, ele foi preso e desde então tem ficado angustiado”

Mas o juiz Fleur Kingham disse que isso não era relevante.

“É uma conseqüência dele se envolver em relações sexuais desprotegidas”, disse.

Ela condenou a dois anos e meio de prisão e disse que ele seria imediatamente elegível para liberdade condicional.

Um conselho de liberdade condicional irá determinar se Jason deve permanecer atrás das grades ou ser libertado de condições estritas.

Blogando Tudo

Comentar

Comentar