A água das piscinas privadas ainda deixam muito a desejar no que se refere aos padrões de qualidade para o uso seguro destes locais como:  o cloro, pH, alcalinidade, dureza e teor de ácido.

Para o banho saudável, estes parâmetros devem estar na proporção certa. Se os testes mostrarem que há ausência desses parâmetros, a água irá se deteriorar, e os usuários dessas piscinas terão reações alérgicas, como olhos vermelhos ou coceira por todo o corpo.

Publicidade

Segundo Vijzelman Allan, diretor geral da Rudan Training Co., ele observou que a venda de produtos químicos e equipamentos de piscina encontrados em lojas especializadas estão mais caros. A partir disso, ele conclui que o acesso às piscinas privadas também ficará mais caro. Ele aconselha aos donos de piscinas privadas que permitam o teste regular por especialistas, de modo que haja uma certeza de que se está nadando em uma água saudável.

Especialmente as piscinas que ficam ao sol devem passar regularmente por testes que avaliem a qualidade da água, de acordo com Vijzelman.

Em temperaturas tropicais as bactérias se desenvolvem de forma mais rápida. “Se a água ficar mais do que um dia sem a proteção adequada, na verdade já tem que ser desinfectada”.

“Em piscinas comerciais há alguns ajustes a serem realizados ás necessidades do negócio. Não é em todos os lugares que existe, por exemplo, uma boa bomba para a circulação da água, enquanto que a qualidade da água é altamente dependente disso. Onde existe muita  natação o teste de água é exigido pelo menos duas vezes por semana. A saúde dos banhistas é muito importante”. Afirmou Vijzelman.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar