spot_img
spot_img

Empresas do Suriname protestam contra o aumento da taxa de energia elétrica

Atualizado há

“Os novos preços da conta de energia que entraram em vigor no dia 01 de janeiro, não contam com o nosso apoio, ainda estamos no mesmo ponto”, disse Henk Naarendorp do Fórum Empresarial do Suriname (Suriname Business Forum SBF).

De acordo com Naarendorp a (SBF) não teve a oportunidade da (EBS) de discutir as propostas com os seus membros. A (EBS) queria no mesmo dia das negociações já uma resposta final.

“Na verdade, temos que continuar as negociações, mas a (EBS) não tinha mais tempo e acabou introduzindo as novas taxas”, disse Naarendorp. De acordo com a (EBS), as novas taxas entraram em vigor no dia 01 de janeiro, com ou sem a permissão das empresas.

- Publicidade -

As empresas também estão descontentes com o fato do aumento ter sido apenas para certos setores e aos poucos para a indústria de casino e hotéis. “Nós acreditamos que todos devem contribuir e argumentamos ainda se o caso deve ser gradual, ao longo de um período de dois a três anos. As empresas que claramente poderiam sofrer um efeito negativo foram provisoriamente excluídas do nível de preços no país, eu penso nas próximas eleições “, disse Naarendorp.

Deixe seu comentário abaixo.

 

“As empresas não podem decidir por nós, para quem o preço vai aumentar ou não.” Isso disse o diretor da  EBS Willy Duiker para os argumento das empresas. Segundo ele, a introdução de fases para casinos e hotéis, foi feito a pedido da SBF.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App
%d blogueiros gostam disto: