spot_img
spot_img

Em Cuba, chanceler da Coreia do Norte diz que países estão contra EUA

Atualizado há

Península coreana vive tensão pelo lançamento de sete mísseis ao mar.Chanceler cubano defende reunificação da Coreia sem intervenção.

A Coreia do Norte e Cuba estão na mesma trincheira contra os Estados Unidos, declarou nesta segunda-feira (16) o chanceler norte-coreano, Ri Su Yong, em uma visita a Havana em meio às tensões pelo lançamento de mísseis ao mar por parte de Pyongyang.

Ri declarou em um encontro com seu colega cubano, Bruno Rodríguez, que as duas nações comunistas “compartilham uma história de lutar juntos na mesma trincheira contra o imperialismo americano, que segue até hoje exercendo pressões econômicas contra nossos países”, declarou a agência cubana Prensa Latina.

Ela destacou que Ri também “ressaltou o excelente estado dos vínculos” entre os dois países e transmitiu uma “menagem do presidente Kim Jong-Un para ampliar e fortalecer ainda mais” estes vínculos.

Rodríguez reiterou o apoio de Cuba “à reunificação pacífica da península coreana sem intervenção ou ingerência estrangeira”, acrescentou a Prensa Latina.

O chefe da diplomacia norte-coreana chegou em visita oficial à ilha no domingo, em meio a tensões na península coreana pelo lançamento na última quinta-feira de sete mísseis ao mar por parte de Pyongyang, em uma demonstração de força ante as manobras militares conjuntas da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

Sua visita é a primeira de um funcionário norte-coreano depois que Cuba e Estados Unidos iniciaram um histórico processo de aproximação em dezembro, e coincide com uma nova reunião entre os dois velhos inimigos da Guerra Fria em Havana visando o restabelecimento de relações diplomáticas após meio século.

Não se descarta que Ri também seja recebido pelo presidente Raúl Castro.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: G1

 

 

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App