Em 15 de janeiro, apareceu um artigo na mídia local sobre a interceptação de uma carga de drogas na Jamaica, em um navio que pode ter vindo do Suriname com a China como seu destino final. Porém, a carga de 1.549 quilos de cocaína interceptada na Jamaica em 14 de janeiro não vem do Suriname. 

O Ministério Público ( OM ) fez perguntas com a polícia, alfândega e inteligência militar da Jamaica por meio da Equipe de Intervenção Judicial ( JIT ). A partir disso, ficou claro a partir disso que a festa não é do Suriname.

As autoridades jamaicanas confirmam que, em 14 de janeiro, um lote de 1.549 quilos de drogas foi interceptado no porto de Bustamente, em Kingston. O contêiner com as drogas estava a bordo do navio CMA CGM Veracruz, de Cartagena, Colômbia. O destino final estimado do navio foi Trinidad e Tobago.

O navio porta-contêineres CMA CGM Veracruz é grande demais para as águas do Suriname, relata o JIT. É por isso que a equipe pode indicar com certeza que o navio e as drogas não vêm do Suriname, de acordo com o Ministério Público.

Comentar

Comentar