spot_img
spot_img

Donald Trump procura via rápida para romper acordo climático de Paris

Atualizado há

Aquecimento global é farsa, diz Trump, que estuda contornar acordo. EUA foram um dos 195 signatários; Obama defendeu pacto enfaticamente.

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, está procurando maneiras rápidas de retirar seu país do acordo global de combate à mudança climática, informou uma fonte de sua equipe de transição. A reviravolta desafia o amplo apoio mundial ao plano de corte de emissões de gases de efeito estufa.

Quatro dias antes da vitória de Trump na terça-feira (8), o Acordo de Paris de 2015 entrou em vigor, com o apoio de governos que vão da China a pequenos Estados.

- Publicidade -

Trump classificou o aquecimento global de farsa e prometeu romper com o Acordo de Paris, que foi defendido enfaticamente pelo atual presidente norte-americano, Barack Obama.

O Acordo de Paris, que é destinado a substituir o Protocolo de Kioto em 2020, é o primeiro pacto universal para tentar combater a mudança climática. Ele tem como objetivo manter o aumento da temperatura média mundial “muito abaixo de 2°C”, mas “reúne esforços para limitar o aumento de temperatura a 1,5°C”, em relação dos níveis pré-industriais.

O acordo foi aprovado por aclamação por representantes de 195 países na COP 21, em dezembro de 2015.

Fonte: G1

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App