Na véspera, moeda norte-americana terminou o dia vendida a R$ 4,2193 – alta de 0,62%.

O dólar opera em alta nesta quinta-feira (30), com o mercado ainda de olho nas consequências do coronavírus na China e com atenção às políticas monetárias no Brasil e nos Estados Unidos.

Às 9h08, a moeda norte-americana subia 0,57%, vendida a R$ 4,2435. Veja mais cotações

Publicidade

No dia anterior, a moeda norte-americana terminou o dia vendida a R$ 4,2193, em alta de 0,62%. No ano, a moeda já acumula alta de 5,22%.

Política monetária

Na véspera, o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, decidiu manter inalterada a taxa básica de juros do país, no intervalo entre 1,5% e 1,75%.

Juros mais baixos nos EUA estimulam investidores a levar recursos para outros mercados, como emergentes, caso do Brasil – o que poderia ajudar a melhorar o fluxo cambial e valorizar a moeda doméstica.

Por aqui, o Banco Central divulgará no dia 5 de fevereiro vem sua decisão sobre os juros, com analistas esperando um corte de 0,25 ponto percentual, para um novo piso histórico de 4,25%. A Selic está atualmente em 4,50% ao ano.

Para o mercado, a sinalização de política monetária do Federal Reserve na quarta-feira abre espaço para um Banco Central brasileiro inclinado a uma política monetária afrouxada.

Analistas têm afirmado que o movimento de depreciação do real está relacionado à perda de atratividade da moeda como ativo, entre outros fatores, por causa do retorno “extra” oferecido pela renda fixa brasileira em comparação a seus pares, na esteira dos cortes da Selic a sucessivas mínimas recordes.

Fonte: G1

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar