A liderança do Ministério da Educação (Ministerie van Onderwijs en Volksontwikkeling Minov) decidiu que o diretor da escola ”Mathoeraschool” em Groningen, Saramacca, pode permanecer temporariamente em casa.

Recentemente, o diretor da escola entrou em descrédito com os alunos porque ele foi pego assistindo videos pornos na escola. Ele também é acusado pelos outros funcionários de má gestão.

Publicidade

O diretor de Educação, Robert Peneux, não quis comentar sobre o assunto, mas disse que a investigação está indo muito bem. Afinal, a educação das crianças é fundamental, enfatiza Peneux. A presidente do conselho de diretores da escola ”Mulo” e também diretora da escola ”voj Freyburg” em Saramacca, Marisa Meye, lamenta esta situação na escola ”Mathoeraschool”. “Se os professores da escola ”Mathoeraschool” tivessem nós avisado, teríamos aconselhado o diretor a permanecer em casa durante a investigação”, disse Meye.

Uma vez que uma grande parte da escola e os pais dos alunos estão revoltados, é aconselhável ficar em casa disse Meye, de forma que a investigação não seja afetada. “Se você sabe que a informação não é baseada na verdade, então você não deve temer nada.” Ela espera que em breve seja esclarecida esta questão.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar