Nathalie teria desaparecido após encontrar com o ex-namorado

A delegada Elen Souto, que investigava o desaparecimento da farmacêutica Nathalie Rios Motta Sales, confirmou que o corpo carbonizado encontrado em Vassouras, sul fluminense, era mesmo de Nathalie. O Instituto Médico Legal realizou procedimentos de antropologia e odontologia forenses, que puderam identificar a vítima.

Publicidade

Nathalie foi assassinada após marcar um encontro com o seu ex-namorado na quinta-feira (22). Ela estava grávida do rapaz, que atualmente estava noivo de outra mulher. Eles teriam combinado de se encontrar e, segundo o depoimento do suspeito, eles teriam ficado em seu carro andando pelas ruas do Rio, quando a vítima teria pedido para descer do veículo no Aterro do Flamengo, zona sul do Rio. Desde então a mulher não teria sido mais vista.

O suspeito teria sido preso preventivamente após um corpo carbonizado ter sido encontrado em Vassouras, município onde ele teria residência, na sexta-feira (23). O corpo estava com os dentes retirados da boca e se encontrava irreconhecível devido às queimaduras. Na ocasião, os brincos e partes da roupa estavam intactos e foram reconhecidos por familiares da farmacêutica.

Fonte:R7

Comentar

Comentar