spot_img
spot_img

Crise financeira provoca o fechamento de cassinos no Suriname

Atualizado há

A queda no poder aquisitivo da população está obrigando os donos de cassinos a fecharem as portas no Suriname. 

A indústria de cassinos tem sido duramente atingida pela crise econômica no país.

“Além do aumento drástico nas tarifas de energia elétrica e água, a desvalorização da moeda do Suriname e o crescente aumento do custo de vida, levaram ao fechamento de seis casinos nos últimos meses”, disse Jules Ramlakhan, presidente da Associação de donos de Cassinos no Suriname (VCS),

- Publicidade -

Segundo Ramlakhan, os casinos que fecharam são:  Queens, Macau, Flamingo, Hilton, Fenícia e Golden Tulip. Além do fechamento, três destes casinos foram colocados a venda.

Desde o anúncio do aumento de tarifas de serviços públicos Ramlakhan soou o alarme e anunciou as possíveis consequências. O influxo do número de visitantes para os casinos diminuiu drasticamente nos últimos meses, apenas devido ao fato de que as pessoas foram forçadas a optar por utilizar os seus recursos para as necessidades básicas. Tudo isso tem um efeito colateral, e com o fechamento dos cassinos muitas pessoas perderam seus empregos.

Segundo Ramlakhan um cassino de porte médio emprega quase 150 pessoas e 70% dos empregados de um cassino tem baixas qualificações e terão dificuldade para conseguir outro emprego.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App