O corpo do superintendente de polícia Payton Tosari, de 30 anos, foi encontrado no porta-malas do próprio carro do agente na madrugada desta quarta-feira (1º). Ele trabalhava na sede da polícia em Duisburglaan.

A polícia prendeu um homem de 27 anos como suspeito no caso. Ele confessou ter assassinado o policial e deixado o corpo no interior do veículo. O carro foi encontrado abandonado na noite de terça-feira (31) na área de Kwatta.

Publicidade

Tosari estava desaparecido desde segunda-feira (30). A família do agente registrou um boletim de ocorrência de pessoa desaparecida na polícia de Uitvlugt na manhã de terça. Segundo a família, ele teria saído de casa pela manhã por volta das 9h30, avisando que retornaria mais tarde. Ele não voltou mais.

Várias unidades policiais do Suriname estão conduzindo a investigação sobre o que teria motivado a morte do agente de segurança.

Comentar

Comentar