Politie Lelydorp (Foto: LPM)

O Ministério Público do Suriname determinou a prisão preventiva de B.A, de 38 anos, na última segunda-feira, dia 15. Ele é o principal suspeito da morte de Ashna Jagesar, que foi encontrada ao longo da Eurekaweg, no distrito de Wanica na semana anterior.

A vítima, de 31 anos, teria sido morta a facadas. A bolsa de Ashna foi encontrada ao lado do corpo, bem como a arma usada no crime. Tudo foi retido pelas autoridades para prosseguimento das investigações. O Departamento de Crimes de Capital segue no caso.

Publicidade

 

Comentar

Comentar