spot_img
spot_img

Cooperação técnica entre Brasil e Suriname vai dobrar produção de arroz no país

Atualizado há

O Governo brasileiro e a Embrapa-Arroz e Feijão iniciaram em abril um projeto de cooperação técnica com o Ministério da Agricultura do Suriname a fim de realizar ações de pesquisa para o desenvolvimento da cultura do arroz de terras altas no país, que é cultivado pela comunidade Quilombola.

Por meio da utilização de técnicas de cultivo como adubação, adequado espaçamento e controle de plantas daninhas, espera-se dobrar a produtividade de arroz no país.

Como parte do projeto, os ministros da agricultura e do desenvolvimento do Suriname e o embaixador do Brasil em Paramaribo, Marcelo Baumbach, visitaram no dia 29 de agosto a estação experimental de Victoria, distrito de Brokopondo, a 150 quilômetros da capital, Paramaribo. A pesquisa, que possui também suporte financeiro do governo da Nova Zelândia, é um projeto de cooperação trilateral entre Brasil, Suriname e Nova Zelândia, intitulado “Apoio ao Melhoramento do Cultivo do Arroz em Terras Altas no Suriname”.

- Publicidade -

Durante a visita à Victoria, o ministro da Agricultura, Pecuária e Pesca, Soeresh Algoe, ressaltou que o Suriname considera de grande importância a cooperação com o governo brasileiro, bem como a colaboração da Embrapa para promover a multiplicação das técnicas e melhores práticas de produção, gerando incremento da produtividade local e da renda dos produtores familiares.

Na estação experimental de Victoria, estudos compararam o desempenho de variedades tradicionais de arroz de terras altas do Suriname com quatro brasileiras. No desdobramento do trabalho de cooperação entre o Brasil e o Suriname, especialistas surinameses e brasileiros irão definir até 2017 as melhores alternativas de manejo para as lavouras de arroz de terras altas. O objetivo do projeto é dar oportunidades aos agricultores locais de entrarem contato com as técnicas de cultivo que estão sendo propostas e assim adaptá-las, conforme suas necessidades. Em novembro, serão implantados novos campos para demonstrar os resultados a população local.

Especialistas da Embrapa realizarão em novembro a terceira missão técnica no âmbito do projeto arroz de terras altas no Suriname. Nesta parceria, os técnicos irão partilhar experiências, conhecimentos práticos, teóricos fundamentais e inovadores em técnicas de plantio de arroz de terras altas para tornar o cultivo no Suriname mais sustentável às comunidades locais.

O projeto prevê atividades de identificação e seleção de variedades de arroz mais adaptadas à realidade local, bem como de capacitação de técnicos extensionistas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca do Suriname.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App