Foto: Polícia Federal
Publicidade

Agentes da Polícia Federal cumpriram dois mandados de busca e apreensão em residências de investigados pelo envio ilegal de combustível pela fronteira do Brasil com o Suriname a Guiana Francesa. A ação se concentrou na cidade de Oiapoque, extremo norte do Amapá, que faz divisa com Saint-Georges.

A operação Catraia II foi motivada por indícios de contrabando entre os dois países identificados a partir de uma apreensão de combustível feita pela Marinha neste mês de junho no Rio Oiapoque.

Publicidade

Mesmo negando a prática, o condutor de uma embarcação foi localizado com galões de combustível sem qualquer autorização para o transporte. As diligências feitas por oito agentes buscam identificar os responsáveis, assim como desarticular o grupo, que pode responder por contrabando e associação criminosa.

Comentar

Comentar