Grupos fortemente armados atiraram contra civis. Líbia vive pior onda de violência desde derrubada de Kadafi.

O governo interino da Líbia afirmou neste domingo (3) que 22 pessoas morreram após um dia de combates para tomar controle do aeroporto internacional de Trípoli.

Publicidade

O comunicado divulgado pelo governo diz que “grupos fortemente armados” atiraram contra “alvos civis” ferindo milhares de pessoas e deixando centenas de famílias desalojadas.

Trata-se do episódio mais recente dos conflitos que deixaram mais de 200 pessoas nas últimas semanas.

Milícias islâmicas da cidade de Misrata conduziram o incidente no aeroporto, numa tentativa de tirar o controle de milícias da cidade montanhosa de Zintan. Os combatentes são, em sua maioria, ex-rebeldes que derrubaram do poder o ditador Moammar Kadafi, em 2011.

A Líbia vive sua pior onda de violência desde a derrubada de Kadafi.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: G1

Comentar

Comentar