Enquanto o canal de televisão Pertjajah faz comerciais anunciando uma batalha de carros som no dia 28 de fevereiro, mas até agora nenhuma licença foi pedida.

Na terça-feira, 17 de fevereiro, o comissário distrital de Paramaribo Noordoost, Jerry Miranda, escreveu uma carta urgente para o Comité Central do partido Pertjajah Luhur (PL). Na carta foi informado pelo comissário que a licença será cedida apenas se o (PL) comprovar que está organizado para realizar este tipo de atividades na avenida Mangrovelaan. O comissário se refere ao veredito do tribunal, que constatou que o terreno pertence a Gestão Portuária N.V.

Publicidade

O veredito diz que o (PL) têm o prazo de dez meses para desocupar o local. O comissário Miranda só vai liberar a licença se a Gestão Portuária N.V.,  a quem pertence a propriedade, autorizar. “Isso não tem nada a ver com partido político. Eu não posso ignorar o veredito do tribunal. Se o terreno pertence a outra pessoa, eu não posso sem autorização do legítimo proprietário, autorizar festividades no local “, disse o comissário Miranda.

Miranda está ciente de que ele será acusado de tomar partido, mas este não é o caso, frisou o comissário. Miranda cita que, apesar de não ter sido feito nenhum pedido de licença, comerciais de televisão já estão anunciando o evento. Além disso, as baterias roubadas das empresas de telecomunicações ainda estão sendo procuradas pela polícia e as pessoas que estão envolvidas em batalhas de áudio de carro, são as pessoas acusadas de roubar estas baterias.

Se o (PL) for autorizado a manter atividades no local e isso for comprovado, o dc Miranda está disposto a entrar com uma licença de emergência.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar