O chefe de polícia Humphrey Tjin Got Shie, quer uma investigação sobre as supostas agressões cometidos por policiais contra dois travestis guyaneses.

Nos depoimentos, os profissionais do sexo afirmam que foram espancados com cassetetes, chutes e ainda foram humilhados por quatro policiais, que os obrigaram a tirar a roupa e depois atiraram água nos travestis.

De acordo com os agentes, os travestis devem aprender uma lição por todos as desgraças que eles causam na rua.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar