spot_img
spot_img

Casas de câmbio em Paramaribo podem fechar as portas com medidas monetárias do governo

Atualizado há

Os proprietários de casas de câmbio no Suriname estão descontentes e ressentidos com as medidas anunciadas pelas autoridades monetárias no último domingo, para estabilizar a taxa de câmbio.

“Parece que sempre fomos os culpados” disseram alguns proprietários de casas de câmbio em Paramaribo nesta terça-feira, 29 de novembro.

De acordo com o presidente da Associação de Economistas do Suriname (VES), Winston Ramautarsing, a questão agora é como as medidas anunciadas serão implementadas. O que acontece com o comércio ilegal? Como você vai lidar com os varejistas que estão dispostos a vender euros?. O presidente da VES disse que sua organização não tem como tecer qualquer elogio as medidas tomadas pelo governo para levar a uma estabilização do mercado de câmbio. No entanto, Ramautarsing também afirmou que a prática mostrará se as medidas serão eficazes.

- Publicidade -

O Banco Central do Suriname e o Ministério das Finanças anunciaram no último domingo uma série de medidas polêmicas com o objetivo de promover o uso do dólar surinamês dentro das fronteiras do país. Entre as medidas anunciadas estão questões como pagamento de alugueis bens e serviços produzidos localmente que devem, no futuro, ser realizados apenas em Srd.

Ramautarsing salientou ainda que o governo é o principal culpado pela desvalorização do Srd e a inflação na vida da sociedade e não pode desprezar o apoio dos proprietários de casas de câmbio.”Por isso, teme-se que as novas medidas não produzirão o efeito” finalizou o presidente da VES.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App