Trata-se de uma experiência que explora mudanças de comportamento com estímulos visuais.

Uma calçada em Washington, nos Estados Unidos, está separando os pedrestres em duas faixas: os que estejam usando celular (com o alerta: “Celulares: ande aqui sob sua conta e risco”) e os que não estejam com o aparelho em uso (“Proibido celulares”).

Publicidade

A faixa dedicada a quem esteja falando, enviando textos ou lendo no dispositivo móvel se divide ainda em sub-faixas de sentido para facilitar o trânsito de pedestres distraídos.

A novidade não tem nada a ver com uma decisão política local.

Trata-se de uma experiência promovida por um programa inédito da National Geographic chamado Mind Over Masses (algo como ‘A mente sobre as massas’), inspirado em vídeos no YouTube, que pretende explorar modos de fazer as pessoas mudarem seu comportamento a partir de pequenas mudanças visuais.

Obviamente, o canal recebeu autorização do governo local para marcar a calçada.

A reportagem conferiu a produção da série e fez algumas observações sobre o experimento: apenas uma minoria mudou seu curso após ver as faixas. •

O mais comum foi ver pessoas tirando fotos das faixas. •

A faixa para celulares (com flechas de sentido de trânsito) acabou atraindo ciclistas, cadeirantes e mães com carrinhos de bebê. •

Muitos dos que estavam usando celulares não notou as marcações por estarem muito distraídos com o próprio celular.

Comentar

Comentar