” Não há nada para se preocupar. Esta é apenas uma questão administrativa que precisa ser resolvida”. declarou o presidente do Partido (ABOP) Ronny Brunswijk a respeito do desentendimento com o vice-presidente Robert Ameerali

Na semana passada foi dada a autorização para remover funcionários públicos que trabalham com o Vice-presidente Robert Ameerali e transferi-los para o Ministro do Interior Edmundo Leilis.

Publicidade

Devido esta decisão do Presidente Bouterse, o líder do partido (ABOP) solicitou na segunda-feira, 13 de outubro, uma reunião de emergência com o Presidente para tratar deste assunto.

Brunswijck: “Eu suspeito que existam pessoas por trás apoiando essa decisão, mas se o presidente tiver argumentos validos vou retornar ao meu partido e convence-los de que a decisão esta correta”. disse o presidente do partido ABOP, Ronny Brunswijk.

Deixe seu comentário abaixo.

 

Comentar

Comentar