Em uma audiência realizada na segunda-feira, 2 de fevereiro, a juíza Maytrie Kuldipsingh determinou uma pena de prisão de oito anos para o brasileiro T.D., que estava sendo julgado por matar outro brasileiro no garimpo.

O acusado também teria atacado outro brasileiro com uma facada no peito. De acordo com a juíza Kuldipsingh, o acusado agiu com malícia e sem motivo esfaqueou as vítimas.

Publicidade

O condenado no momento do incidente estava sob influência de álcool, mas a magistrada acredita que T.D., estava plenamente consciente dos seus atos. Além disso, o acusado também deu declarações cada vez mais contraditórias sobre a forma como aconteceu o crime. No dia do crime, o condenado queria dançar com a esposa de uma das vítimas e quando o marido da mulher foi falar com T.D., ele lhe deu uma facada no abdômen. Quando outro brasileiro foi defender o amigo, foi esfaqueado no peito por T.D., e não sobreviveu.

De acordo com a advogada de defesa de T.D., Georgette Leter, o seu cliente não atacou intencionalmente as vítimas. A advogada disse que as testemunhas não foram ouvidas na audiência e que se trabalhou apenas com declarações da polícia, enquanto que estas declarações não foram apuradas. A advogada afirmou ainda que as testemunhas não compareceram nas audiências.

A juíza Kuldipsingh considerou que os fatos apresentados pela defesa não foram suficientes para absolver o acusado e condenou o brasileiro a oito anos de prisão.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar