spot_img
spot_img

Brasileira morreu de parada cardiorrespiratória no hospital St. Vicente em Paramaribo (Fotos)

Atualizado há

De acordo com informações exclusivas obtidas pelo jornal LPM NEWS, a brasileira estava internada com febre alta e dores na vesícula.

A nossa redação entrou em contato com o esposo da brasileira, o Sr. Antonio Luiz de Souza, que contou com detalhes as circunstâncias que envolveram a morte de sua esposa.

Segundo o Sr. Antonio, que está abalado pela perda repentina de sua companheira de três anos, a brasileira, Maria Angelita Gonçalves de Holanda, de 48 anos de idade, o hospital comunicou a morte de sua esposa na quinta-feira, dia 4 de maio, ás 3:00 hs da manhã. Conforme relatou o Sr. Antonio, a brasileira vinha se sentindo mal nos dias que antecederam sua morte e após fazer alguns exames no hospital de Saint Laurent, na Guiana Francesa, os médicos disseram que ela estava com pedra na vesícula e gordura no fígado, mas depois de tomar os medicamentos receitados e dizendo-se melhor, a brasileira disse que queria voltar para o garimpo do “Kuriman” onde seu companheiro estava trabalhando.

- Publicidade -

No garimpo com seu esposo, Maria Angelita voltou a passar mal com febre alta e dor na vesícula e veio para a cidade onde primeiramente foi atendida no hospital acadêmico de Paramaribo (AZP) e depois encaminhada para o Hospital St. Vicente onde faleceu na madrugada da última quinta-feira, dia 4 de maio.

O corpo da brasileira foi removido para o Hospital (AZP) que ainda não emitiu um laudo oficial sobre a causa da morte de Maria Angelita, mas segundo informações fornecidas por funcionários do Hospital St. Vicente ao esposo da brasileira, a causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória.

A família pretende levar o corpo de Maria Angelita para ser sepultado na sua cidade natal em Ananindeua, no estado do Pará, mas não tem recursos financeiros e pede ajuda aos amigos e conhecidos para levar o corpo para o Brasil. Quem quiser e puder ajudar basta entrar em contato direto com o Sr. Antonio Luiz pelo telefone +597 899-5612.

O portal de notícias LPM NEWS se solidariza com a família enlutada pedindo a Deus que console e conforte o coração da família e amigos.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App